Em reunião por videoconferência, dirigentes do Flamengo discutem paralisação do futebol e férias coletivas

O surto mundial do novo coronavírus não impediu a realização da tradicional reunião às segundas-feiras entre os dirigentes do Flamengo. Entretanto, o encontro aconteceu de maneira virtual, por videoconferência, reunindo nomes como o vice geral e jurídico Rodrigo Dunshee, e o vice de marketing Gustavo Oliveira. A cúpula discutiu a paralisação do futebol brasileiro e as férias coletivas dos atletas.

A informação foi divulgada inicialmente pelo jornalista Renan Moura, da Rádio Globo: “As reuniões do Conselho Gestor do Flamengo agora são por videoconferência devido ao coronavírus. Em pauta, a paralisação do Brasileiro e as férias coletivas, que podem ser oficializadas em acordo no CNC e a Federação de Atletas Profissionais de Futebol“, afirmou o repórter.

A imagem da reunião foi publicada por Rodrigo Dunshee, mas logo foi retirada de suas redes sociais. Além dele e dos nomes citados anteriormente, participaram do encontro por videoconferência o vice de patrimônio Gilney Bastos, o vice de finanças Rodrigo Tostes, o presidente da Assembleia Geral, Marcelo Conti Baltazar, o vice de departamento de Futebol de Base, Vitor Zanelli, o vice de tecnologia da informação, Alexandre Pinto, e o vice da Fla Gávea, Gustavo Fernandes.

Em comunicado recente enviado para dirigentes e funcionários do departamento de futebol, o Flamengo estimou uma data para retomar as atividades do profissional e das categorias de base no Ninho do Urubu: 21 de abril. Até o momento, todas os treinos do futebol do clube estão suspensos por tempo indeterminado.

FONTE:colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui