Presidente da FIFA fala sobre reformulação nos campeonatos e ajuda aos clubes e jogadores: “Será difícil, mas não há outra opção”

Por conta do surto do novo coronavírus que acometeu inúmeros países ao redor do mundo, diversas ligas de futebol foram suspensas por tempo indeterminado. No Brasil, os campeonatos estaduais foram paralisados, assim como a Copa do Brasil também. Em entrevista ao jornal La Gazzetta Dello Sport, o presidente da FIFA, Gianni Infantino falou sobre a crise mundial e a possível reformulação nas competições de futebol.

— Precisamos estudar o impacto global dessa crise. Agora é difícil, não sabemos quando voltaremos à normalidade. Mas vamos olhar as oportunidades. Talvez possamos reformar o futebol mundial dando um passo atrás. Com diferentes formatos, menos torneios, porém mais interessantes. Saúde primeiro e depois tudo mais. É esperar o melhor e se preparar para o pior. Sem pânico. As Federações e Ligas devem seguir as recomendações dos governos.

Além disso, Gianni Infantino também comentou sobre um planejamento que precisará ser feito por parte da entidade para dar suporte aos clubes e jogadores. O presidente da Federação Internacional de Futebol também falou sobre o adiamento da Eurocopa e Copa América.

— Mostramos um espírito de cooperação e solidariedade com a Europa e a América do Sul (sobre os adiamentos para 2021 da Eurocopa e Copa América). Agora temos que pensar no momento dos clubes e nas decisões sobre a regulamentação do status dos jogadores e transferências. Temos que pensar em proteger contratos. São necessárias medidas. Será difícil, mas não há outra opção.

fonte: colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui