Paralisação por conta do coronavírus reduz número de funcionários do Flamengo no CT, Gávea e no Maracanã

O coronavírus tem afetado diretamente na rotina da sociedade, e no futebol não está sendo diferente. Com as atividades paralisadas, o Flamengo diminuiu significativamente o número de funcionários no Ninho do Urubu, na Gávea e também no Maracanã. A informação foi divulgada inicialmente pelo Globo Esporte, e confirmada pela reportagem do Coluna do Fla.

Um dos responsáveis pela administração do Maracanã é Severiano Braga, que afirmou que o número foi diminuído por conta da pandemia que vem se alastrando pelo mundo. A expectativa de todos no clube é de que a paralisação das atividades sirva pelo menos para melhorar o estado do gramado do Maracanã.

Em contato com a reportagem do Coluna do Fla, Severiano explicou que alguns setores não podem ficar sem pessoas trabalhando. Caso dos responsáveis pelo tratamento do gramado, o pessoal da vigilância e também os brigadistas que ficam pelo estádio.

No Ninho do Urubu o número de funcionários e pessoas circulando também foi bem reduzido. O mesmo acontece na Gávea, onde a maior parte dos funcionários recebeu home office para seguir realizando as atividades.

FONTE: colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui