Presidente da Portuguesa vê descaso do Flamengo após casos de coronavírus

Por conta do aumento de casos do novo coronavírus no Rio de Janeiro, os jogadores da Portuguesa não conseguiram realizar exames para a Covid-19. Após o resultado do primeiro teste do técnico Jorge Jesus ter dado positivo fraco, a delegação Lusa seria submetida a exames pelo contato direto que teve com o treinador no último confronto. No entanto, por conta da falta de exames nos laboratórios, atletas, comissão técnica e funcionários não passaram por testes.

O Flamengo entrou em campo contra a Portuguesa no sábado (14), pela terceira rodada da Taça Rio, no Maracanã. Neste confronto, ambas as delegações já sabiam do risco de contaminação, por conta do teste positivo para Covid-19 do dirigente da equipe Rubro-Negra, Maurício Gomes de Mattos. Em meio a esta situação, o presidente da Portuguesa, Marcelo Barros, contou à reportagem do flamengoinfoque o Flamengo não entrou em contato, mesmo após o primeiro teste de Jorge Jesus para Covid-19 ter dado positivo fraco.

— O Flamengo não entrou em contato, e sinceramente eu não esperava. Até agora não foi falado nada sobre a ação que a gente entrou na justiça contra eles. Então não é surpresa não ter falado, apesar da boa convivência, respeito ao Flamengo, para mim não é surpresa nenhuma esse tipo de conduta.

Jogadores, comissão técnica e funcionários do Departamento de Futebol do Flamengo realizaram exames para a Covid-19 na última sexta-feira (13), e o técnico Jorge Jesus testou positivo na primeira amostra. Contudo, o clube divulgou o resultado do terceiro teste do treinador português nesta quarta-feira (18), que apontou negativo para a presença do novo coronavírus.

FONTE: colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui