Ex-técnico do Cruzeiro detalha recusa de Berrío para seguir no Fla: “Prefere ser terceiro reserva do que jogar a Série B”

O atacante Orlando Berrío esteve recentemente na mira do Cruzeiro, que tentou a abrir negociações para contar com o colombiano. O clube, no entanto, recebeu uma negativa do jogador. Em entrevista ao canal FOX Sports, o técnico da equipe mineira à época, Adilson Batista, demitido na última semana, revelou que pediu a contratação do atleta.

– Eu pedi a contratação do Berrío esses dias, mas às vezes ele não quer vir, prefere ser terceiro reserva no Flamengo do que jogar uma Série B -, afirmou o treinador, demitido do Cruzeiro após derrota para o Coimbra, equipe que não tinha vencido nenhum jogo nas oito primeiras rodadas do Campeonato Mineiro.

Berrío tem contrato com o Flamengo somente até dezembro. Dessa forma, estará livre para assinar um pré-contrato com outro clube a partir do meio do ano. Sem espaço no Rubro-Negro, o atacante também chegou a despertar o interesse do Coritiba e do Tijuana, do México, que tentaram a abrir negociações, mas sem sucesso.

Depois da lesão de Rafinha e de João Lucas, o colombiano foi testado na lateral direita. O jogador atuou duas vezes na posição, entrando no decorrer das partidas. Entretanto, Jorge Jesus destacou que era apenas uma “solução de momento” e que a ideia não era fazer o atleta se tornar um defensor.

 Temos o Berrío como uma solução de momento. A ideia é essa, e não fazer dele um lateral direito. As impressões do jogo e do elenco me obrigaram (a colocar Berrío como lateral), com o Rafinha e João (Lucas) lesionados. A gente estava trabalhando o Berrío naquela posição. Conhece o lado direito, não conhece o setor defensivo, mas trabalhando esssas semanas pode se adaptar, e foi uma boa função -, disse o Mister, em entrevista coletiva após goleada sobre o Botafogo, no último dia 07.

FONTE: colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui