O Flamengo foi contra a paralisação do Carioca? Entenda o posicionamento do clube e os bastidores da reunião na FERJ

A reunião que decretou a paralisação do Campeonato Carioca por 15 dias ainda tem dado o que falar nos bastidores do futebol do Rio de Janeiro. Após mais de três horas de debate entre os representantes dos 16 clubes cariocas que disputam o torneio, houve um consenso sobre a interrupção da competição devido ao surto do novo coronavírus no Brasil. No entanto, a discussão sobre a continuidade da Taça Rio foi pauta defendida por inúmeros dirigentes.

Após o término da reunião, o presidente do Boavista, João Paulo Magalhães revelou que 14 clubes, incluindo Flamengo e Vasco, defendiam a continuidade do Campeonato Carioca e a realização das últimas duas rodadas nesta semana. Porém, conforme apurado pela reportagem do flamengoinfo, tanto o clube Rubro-Negro, quanto o Cruzmaltino defendiam a paralisação da competição, mas com ressalvas.

Ao lado dos clubes ‘pequenos’, Flamengo e Vasco também concordaram com a suspensão do Campeonato Carioca. Entretanto, houve uma preocupação com a questão financeira dos times de menor porte, por conta de contratos e salários. Os vínculos dos atletas terminam no fim do mês, mas com a suspensão da competição terão de ser renovados. Sendo assim, foi sugerido que as duas últimas rodadas da Taça Rio fossem realizadas nesta semana, na quinta e domingo, com portões fechados.

A justificativa utilizada pelos representantes seria o fato de que o pico do contágio do COVID-19 ainda não estaria no seu auge nos próximos dias. Sendo assim, após a realização das duas rodadas restantes nesta semana, a Taça Rio seria paralisada. De acordo com relatos feitos à reportagem do flamengoinfo, a reunião na sede da FFERJ foi marcada por um debate muito favorável entre todos os representantes, avaliando as questões envolvidas devido a atual situação do país.

Além de contar com um representante de cada clube, os presidentes do Sindicato dos Jogadores e do Sindicato dos Técnicos também estavam presentes e puderam expor o lado dos atletas e comissão técnica. Antes da realização da terceira rodada da Taça Rio, apelos dos jogadores e técnicos foram feitos para que as partidas não acontecessem, por conta do risco de contaminação que poderia ocorrer.

Vale lembrar que o Flamengo divulgou o resultado dos exames para o COVID-19 que foram feitos por jogadores, comissão técnica e funcionários, e o técnico Jorge Jesus testou positivo na primeira amostra. O clube Rubro-Negro aguarda a contraprova do exame. Após o anúncio, o presidente da Portuguesa, último adversário do Mais Querido na Taça Rio, revelou à reportagem que a delegação Lusa passará por testes para o novo coronavírus.

Por determinação da FFERJ, o Campeonato Carioca foi paralisado por 15 dias, e uma gestão de crise foi criada para analisar a atuação situação do Brasil em relação ao novo coronavírus. O grupo é formado por dirigentes de todos os 16 clubes que atuam na série A do Campeonato Carioca, junto com representantes da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, Sindicato dos Jogadores e Técnicos.

FONTE: colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui