Thiago Maia revela drama familiar, disputa com Willian Arão e projeta futuro no Flamengo: “Jogador vive de título”

Um elenco, e não apenas um time. Esse é o pensamento dos jogadores do Flamengo para a temporada de 2020. Afinal, o elenco ganhou reforços de peso como Gustavo Henrique, Léo Pereira, Thiago Maia, Michael e Pedro para brigar pelo bicampeonato da Copa Libertadores da América. Com Willian Arão suspenso, o time rubro-negro enfrenta nesta quarta-feira (11) o Barcelona de Guayaquil, às 21h30, no Maracanã, buscando a segunda vitória no torneio.

Em entrevista ao jornal “Extra”, o volante Thiago Maia, que será titular contra o time equatoriano, vê com bons olhos a briga pela titularidade no Flamengo. Emprestado pelo Lille, da França, até dezembro, o volante lembra que ele e Willian Arão têm estilo de jogo semelhantes.

“Não tem muita coisa diferente. O Arão é um cara inteligente, tem uma boa bola área, não sou tão bom. Ele faz gol, mais presença de área. Os dois são bons, estão jogando no Flamengo”, disse.

Aliás, Thiago Maia destaca que a força do elenco está justamente no fato de ter um elenco forte, com jogadores de qualidade, que dão ao técnico Jorge Jesus opções para escolher a melhor escalação a cada partida. E isso, segundo o volante, ficou ainda mais visível neste começo de temporada.

“É um cara que passa bastante confiança para o jogador. Deixa muito a vontade dentro de campo. Tranquilo, faz aquilo que você sabe. Ele é muito engraçado, fora de campo é um cara que brinca. As palavras que ele usa, para eles é muito normal sair alguns xingamentos e acaba sendo engraçado para a gente. Ele é um cara divertido, são todos muito gente boa”, revelou.

Thiago Maia habitava o sonho dos dirigentes do Flamengo deste a temporada passada. O clube tentou contrata-lo junto ao Lille. Porém, os franceses fizeram jogo duro e não houve acordo para a liberação do atleta. O volante contou que o projeto rubro-negro foi determinante para o seu retorno ao futebol brasileiro.

“Teve o momento do Santos, agora é o do Flamengo, Jogador vive de título, vai ser lembrado pelo que? Tem que ir para um clube com projeto de ser campeão. Todo jogador quer vir para o Flamengo para ser campeão, sim”, disse.

Thiago Maia admite que busca inspiração em um drama familiar para ajudar o Flamengo a seguir brigando por títulos em 2020. Afinal, ele viu a mãe, Vanda, derrota um câncer. É deste episódio que ele busca forças para superar todas as barreiras dentro de campo.

“Não entendia na época. Lembro dela raspando o cabelo, sobrancelha, ficando totalmente careca por causa do câncer. Quando criança, você pensa que é só uma doença. Quando cresce, vê que ela poderia ter morrido. Teve câncer e pedra no rim. Eu a via chorando com dor, sem conseguir dormir. Ela dizia que eu tinha vergonha de andar com ela porque tinha que estar de touca. Ela significa tudo. Minha mãe largou os estudos, família, amigos, para viver a minha vida. A Bíblia fala que temos que honrar mãe e pai, ele também sempre lutou pelos meus direitos. Para as coisas que dava para comprar, o melhor que poderia dar. Tenho pais maravilhosos que souberam me amar e me educar”, finalizou.

A carreira de Thiago Maia

Thiago Maia foi revelado pelo São Caetano. Posteriormente foi levado para atuar nas categorias de base do Santos. Foi promovido aos profissionais do Peixe em 2014. Três anos depois foi negociado com o Lille, da França, onde atuou nas últimas três temporadas. Ele também acumula sucessivas convocações para a Seleção Brasileira. Nesse ínterim, venceu a para o Brasil a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Rio-2016.

FONTE: Torcedores.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui