Jorge Jesus afirma ter sido difícil convencer Marí a atuar no Brasil e revela conversa com o zagueiro

Campeão da Libertadores e do Brasileiro pelo Flamengo, o zagueiro Pablo Marí foi um dos “achados” do departamento de futebol do clube. Jorge Jesus e sua comissão técnica analisaram o jogador e deram o aval para a contratação. Em entrevista concedida ao programa “Jogo Sagrado”, da FOX Sports, o Mister contou sobre a dificultade em convencer Marí de atuar no Brasil e revelou detalhes da conversa antes do acerto.

– Foi difícil convencer o Pablo Marí a vir para o Brasil. Eu o vi jogar na Espanha. Falei para ele que vinha para um grande clube, que não haveria muitos na Europa em que teria uma oportunidade tão boa -, revelou Jorge Jesus, no programa exibido na última segunda-feira (09).

Diferente de Marí, o centroavante Carlos Fernández, de 23 anos, ex-companheiro do zagueiro no Deportivo La Coruña, recusou o ‘convite’ para jogar no Fla. Também ao “Jogo Sagrado”, Jorge Jesus falou sobre o assunto e revelou que o atacante se mostrou irredutível.

– Queria dois jogadores do La Coruña (um deles era o Pablo Marí). O outro era o Carlos Fernández, centroavante, que está no Granada. Mas ele não quis vir -, contou.

Pablo Marí acabou emprestado pelo Flamengo ao Arsenal, da Inglaterra, com o clube da Gávea embolsando uma boa quantia pelo negócio. A equipe londrina ainda poderá adquirir o zagueiro em definitivo após o empréstimo, que se encerra no fim de junho. Por outro lado, a aposta de Jorge Jesus, Carlos Fernández, foi cedido para o Granada depois de se ver sem espaço no Sevilla, dono de seus direitos.

FONTE:colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui