Comentarista detona ausência de Gerson na Seleção: “Se foi por uma questão técnica, é mais grave ainda”

O Flamengo investiu pesado em contratações para as temporadas passada e atual e montou um elenco de ‘outro patamar’. Não à toa, teve quatro jogadores convocados para suas respectivas seleções, sendo três para a brasileira e um para a Uruguaia. No entanto, para o comentarista Marco Antônio Rodrigues, outros atletas do elenco mereciam uma atenção especial. E é o caso de Gerson. O volante não foi convocado nem para a seleção principal e nem olímpica, e a ausência do camisa 8 gerou críticas aos dirigentes.

– Se não houve punição, se foi por uma questão técnica, para mim é mais grave ainda. Não estão enxergando. Um volante com essa característica que o futebol brasileiro precisa tanto. Será que ninguém das duas seleções viu? -, comentou, durante o programa Bem, Amigos!, exibido pela SporTV.

Em janeiro, Gerson foi procurado pela seleção olímpica para disputar o pré, mas ‘negou’ o convite. Na ocasião, o volante tinha acabado de entrar de férias e alegou desgaste – pela maratona pesada de jogos do Flamengo, mas se colocou à disposição para as Olimpíadas de Tóquio. Após a declaração do volante, Juninho Paulista, coordenador da seleção, declarou, em entrevista, que ‘tudo seria levado em consideração’ na convocação final. Depois da lista de Jardine, Branco, dirigente da CBF, negou retaliação ao camisa 8. 

Na última sexta-feira (06), as seleções principal e olímpica divulgaram a lista final das convocações para os primeiros compromissos de 2020 e Gerson ficou de fora de ambas. Apesar de contar com o camisa 8, o Flamengo terá os desfalques de Everton Ribeiro, Gabigol e Bruno Henrique, chamados por Tite, e Arrascaeta, que vai servir a seleção Uruguaia. Para o time pré-olímpico, três atletas criados nas categorias de base do Rubro-Negro marcam presença: Reinier, Lucas Paquetá e Vinicius Júnior.

FONTE: colunadofla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui