Galvão fala sobre infarto: ‘Talvez eu morresse narrando o gol do Flamengo aos 47 do segundo tempo’

Em novembro de 2019, o narrador Galvão Bueno assustou o Brasil inteiro quando seu ataque cardíaco foi noticiado há poucos dias da final da Libertadores entre Flamengo e River Plate. Recuperado, hoje relembra o ocorrido.

Durante a gravação do programa ‘Altas Horas’, que irá ao ar no próximo sábado (7), Galvão relembrou como tudo ocorreu ao lado de sua esposa.

– Eu tive um infarto. Foi uma artéria secundária. Agradeço a minha mulher por estar comigo. Fomos jantar e comecei a passar mal de madrugada. Achei que fosse uma indisposição. Quando acordei ela começou a tomar as providências. O médico falou ‘vai para o hospital’. Ela me levou porque eu não iria. Para mim era um mal-estar. Começou a doer o peito e o braço esquerdo e achei melhor ir -, afirmou.

Ele também citou o episódio de quando acordou após a cirurgia cardíaca, sentindo dores após o fim do efeito da anestesia. Além disso, ele ainda citou que poderia morrer narrando o segundo gol de Gabigol na final da Libertadores.

– Falei, doutor, me ajuda. Ele me disse para respirar fundo. Estava doendo para caramba. Talvez eu morresse narrando o gol do Flamengo aos 47 do segundo tempo -, finalizou.

FONTE: Lance

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui