Campeão do mundo em 1970 ironiza bom momento do Flamengo: “Arrascaeta nem titular da sua seleção é”

Tricampeão mundial em 1970, Paulo Cézar Caju há um bom tempo não vibra com o futebol brasileiro. Reconhecido por seu futebol habilidoso e provocador, o ex-jogador não esconde a insatisfação com a queda na qualidade do futebol praticado no Brasil. Segundo ele, o torcedor está refém de um estilo pragmático e longe das raízes.

Apesar de reconhecer bom momento do Flamengo, Paulo Cézar Caju também não poupou críticas ao time comandado por Jorge Jesus. Desde a chegada do português o clube conquistou quatro títulos. Nesse ínterim, venceu a Copa Libertadores da América, Recopa Sul-Americana, Campeonato Brasileiro, além da Supercopa do Brasil. Porém, segundo o campeão do mundo, nenhum jogador rubro-negro merece vestir a camisa amarelinha do Brasil.

“Por saberem que sou um crítico ferrenho do futebol atual adoram me provocar nas ruas com perguntas variadas. “PC, quem você escalaria do time do Flamengo de titular na seleção brasileira?”, me questionou um jovem, no metrô. Sem pensar, respondi ninguém. E sem qualquer clubismo gostaria que os rubro-negros respondessem também”, disse em entrevista à revista “Veja”.

Segundo o ex-jogador, o estilo de jogo da seleção brasileira precisa ser abandonado. De antemão, futebol apresentado pelo time treinado por Tite é retrancado e burocrático.

“Com o futebol burocrático e de robô a gente não vai ganhar nada. Enfim, só o talento pode. Eu criaria duas ligas: a dos brucutus e a dos talentosos. Logo, só iria jogar na minha liga quem tivesse talento. Eu gosto de futebol de artista, de futebol criativo, não tenho paciência para ficar um mês vendo jogos tão ruins”, revelou.

Paulo Cézar Caju elegeu o uruguaio Arrascaeta como o maior destaque do Flamengo na atualidade. Afinal, o uruguaio é o principal estrangeiro em atividade no futebol brasileiro.O ex-jogador, inclusive. aproveitou para cutucar o camisa 14 rubro-negro. Afinal, Caju fez ressalvas em relação a idolatria da torcida flamenguista pelo gringo.

“O jogador mais inteligente do Flamengo, Arrascaeta, é uruguaio e nem titular de sua seleção é. A fase do Flamengo é maravilhosa e o torcedor tem mais é que comemorar, mas isso não me impede de continuar dizendo que há alguns anos a nossa safra de jogadores é sofrível, no Brasil e no exterior”, finalizou.

Flamengo na Libertadores

O Flamengo estreia contra o Junior Barranquilla, nesta quarta-feira (04), às 21h30, na Copa Libertadores da América. Porém, o técnico Jorge Jesus terá três desfalques para enfrentar o time colombiano. Dessa forma, o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Bruno Henrique estão entregues ao departamento médico. Além da dupla o volante Willian Arão cumpre suspensão pela expulsão contra o Independiente del Valle na final da Recopa Sul-Americana.

FONTE: torcedores

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui