Gerson comemora conquista da Recopa e se declara ao Flamengo: “Maior clube do Mundo e do coração”

FOTO: MARCELO CORTES/FLAMENGO

O Flamengo começou o ano de 2020 com o pé direito e está imparável! Na noite desta quarta-feira (26), o Mengão entrou em campo para disputar a final da Recopa Sul-Americana contra o Independiente Del Valle e, na raça, com um jogador a menos durante quase toda a partida – William Arão foi expulso aos 23 do primeiro tempo -, conseguiu sair com o título. Gerson, autor de dois dos três gols da vitória, destacou a dificuldade do confronto, mas exaltou a postura da equipe.

– Jogo muito difícil, acabamos perdendo um jogador, mas o Mister treina às vezes com um a menos. Sabíamos que seria difícil, soubemos suportar a pressão e nos fechamos. Depois conseguimos fazer o que precisávamos para matar o jogo -, ressaltou o camisa 8.

O ‘Coringa’ deu show e foi um dos principais jogadores da decisão, contribuindo ativamente para a vitória do Flamengo. Gerson balançou as redes em duas oportunidades e executou os adversários, consagrando o Mais Querido como campeão e ajudando a garantir o primeiro título internacional da temporada. Ao final do duelo, o camisa 8 descreveu a importância da conquista.

>> Técnico valoriza Del Valle, mas se rende a Bruno Henrique e Gabigol: “Por isso custam o que custam” <<

– Estamos felizes, é importante demais. Primeiro título internacional no Brasil, no maior clube do mundo e do coração. Agradeço também aos meus companheiros -, concluiu

Em fevereiro de 2020 o Flamengo disputou três finais e se consagrou campeão em todas elas. A trinca de capitães o Rubro-Negro, formada por Everton Ribeiro, Diego e Diego Alves, ergueu três taças em dez dias e anotou o patamar elevado do Rubro-Negro. Além da Recopa Sul-Americana, o Maior do Mundo também celebrou os troféus da Supercopa do Brasil e da Taça Guanabara.

Por Coluna do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui