Por conta dos gritos de “time assassino”, Flu será julgado na véspera do clássico contra o Flamengo

Flamengo e Fluminense irão disputar o segundo clássico entre as equipes na noite desta quarta-feira (12), mas o primeiro que aconteceu na Taça Guanabara ainda está dando o que falar. Por conta dos gritos de “time assassino”, que a torcida tricolor cantou no duelo contra o Mais Querido, o clube das Laranjeiras será julgado na véspera da semifinal da Taça Guanabara.

O julgamento do caso será feito pela Segunda Comissão Disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ), e está marcado para acontecer às 17h, desta terça-feira (11).

O primeiro Fla-Flu do ano aconteceu no último dia 29, com o Rubro-Negro entrando em campo com a equipe sub-20. Na ocasião, parte da torcida adversária aproveitou o encontro para cantar: “time assassino”, por conta da tragédia que aconteceu no Ninho do Urubu e tirou a vida de dez meninos.

O Fluminense acabou sendo enquadrado em dois artigos: pelo teor discriminatório das palavras – 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – e por descumprir o Regulamento Geral das Competições, Código Disciplinar da Fifa e Estatuto do Torcedor.

No dia seguinte ao primeiro encontro entre Flamengo e Fluminense, o clube das Laranjeiras emitiu uma nota oficial repudiando a atitude dos torcedores que cantaram “time assassino” no jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Taça Guanabara.

No julgamento, o Tricolor pode perder os três pontos que conquistou na vitória por 1 a 0, sobre o time sub-20 do Flamengo. Caso isso aconteça, não irá interferir nas semifinais, já que o Fluminense ficaria com os mesmos 12 pontos do Volta Redonda, mas ainda sim estaria na liderança por conta do saldo.

Publicado em Coluna do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui