Werley, do Vasco, dedica gols à vítima do incêndio no Ninho; zagueiro é primo de Pablo Henrique

O incêndio que atingiu o Ninho do Urubu e culminou na morte de dez meninos das categorias de base o Flamengo, completou um ano neste sábado (08). Werley, zagueiro do Vasco, era primo de Pablo Henrique, uma das vítimas do acidente. Neste domingo (09), o Vasco entrou em campo contra a Portuguesa, e Werley marcou dois gols. Após a partida, o zagueiro dedicou a vitória à Pablo e sua família. Veja:

Dedico à minha família, né. Ontem, completou um ano da perda do meu primo, acho que ontem foi um dia muito difícil para todos nós, então hoje um pouco de alegria para toda a minha família lá de Oliveira, meus filhos, minha esposa, para todos eles.”

Receba as notícias do Flamengo em tempo real e participe de sorteios mensais. É grátis! (clique aqui e baixe o nosso aplicativo)

No dia 08 de fevereiro de 2019, os alojamentos das categorias de base do Rubro-Negro foram atingidos por um incêndio. Na ocasião, dez meninos morreram e outro três ficaram feridos. Por causa do acidente, a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), criou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar as causas do desastre. Na última sexta-feira (07), ocorreu uma primeira sessão, com representantes das diretorias atual e antiga do Flamengo, além de familiares das vítimas.

Reinaldo Belotti, CEO do Mais Querido, ao lado do advogado do clube, compareceu à reunião. Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo e um dos indiciados no inquérito, também esteve presente. Rodolfo Landim e Rodrigo Dunshee, presidente e VP geral e jurídico, não compareceram à Alerj. Alexandre Wrobel, ex-VP de patrimônio, também não se apresentou à comissão. Por causa da ausência dos dirigentes, os deputados solicitaram uma condução coercitiva para o trio, marcada para a próxima sexta-feira (14).

Publicado em Coluna do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui