Garotos do Ninho são homenageados no Maracanã: “foi feito com muito carinho e amor”

Neste sábado, dia 8 de fevereiro, completará um ano da lamentável tragédia no Ninho do Urubu, que vitimizou 10 garotos da base do Flamengo. Ainda sem muitas respostas sobre o ocorrido, parte da torcida do Flamengo se mobilizou pra prestar homenagem aos garotos do Ninho. A homenagem aconteceu em frente ao Maracanã, na Radial Oeste e a equipe do site Urubu Interativo esteve presente pra conversar com um dos organizadores.

Em entrevista ao site, Carlos Motta, um dos idealizadores desse projeto e membro do Flamengo da Gente, contou um pouco de como tudo ocorreu e da mobilização que isso gerou. A ideia, na verdade, partiu da própria torcida do Flamengo, de todas as partes das arquibancadas, do Rio e do Brasil. Os rubro-negros que não são cariocas e não puderam ajudar presencialmente, ajudaram com algumas quantias para a compra do material do grafite.
Em seguida, ele disse da importância dessa homenagem:

“Esse memorial celebra o sonho dos garotos de serem jogadores de futebol profissional, de melhorarem a vida de suas famílias e suas próprias vidas. A gente entende que o clube não está disposto a tratar a causa como deveria, então criamos um memorial que dialoga com a própria torcida.”

Ele seguiu dizendo que convidou, junto com uma parte da torcida, o artista carioca Airá, para que pudesse realizar a homenagem.

Grafite feito por Airá Ocrespo, em homenagem as vítimas do incêndio no Ninho do Urubu. Foto: Wesley Ramon/Urubu Interativo

Em entrevista ao site, Airá contou um pouco de como recebeu o convite para deixar marcada essa homenagem. Ele conta que foi convidado por torcedores, que tinham alguns amigos incomum com o mesmo.
Airá disse sobre a importância desse memorial:

“Foi uma tragédia muito marcante pra cidade, e apesar de eu não ser um cara tão envolvido com futebol, eu gosto de estar retratando as situações que acontecem na cidade do Rio de Janeiro e eu considerei que era importante fazer esse memorial, para que a memória dos meninos se mantenha viva. Para expressar o sonho deles, que provavelmente era estar no Maracanã e agora eles estão aqui e ao mesmo tempo que isso cause uma reflexão, na torcida e na sociedade, sobre o que uma tragédia como essa significa pra nossa cidade.
As pessoas não estão encarando com a devida gravidade o que aconteceu. Foram 10 vidas que se perderam e de certa forma está por isso mesmo, nem o próprio clube fez uma homenagem que mostre que os meninos são importantes, as famílias estão vivendo um momento de perda, ter esse prestígio é importante. Ao mesmo tempo que estamos dando um carinho pra família e a quem abraça a causa, estamos deixando uma mensagem pra sociedade e uma chamada de atenção para o clube.”

Quando questionado sobre onde ele estava e o que ele sentiu quando viu as notícias, Airá não mediu as palavras ao falar não só do clube, mas do momento atual da cidade do Rio de Janeiro.

“Eu fiquei sensibilizado. Os moleques eram novos, talentosos e cheios de sonhos. Dá uma revolta, porque foi uma negligência. As pessoas que deveriam zelar pelos outros não zelam e isso é recorrente na nossa cidade. Tinha a fiscalização, que se omitiu, foi uma sucessão de erros que refletem o que o Rio de Janeiro passa atualmente.”

Além disso, o artista, que realizou um trabalho que vem tendo alta repercussão, deixou um recado para as famílias das vítimas, não só dos meninos que faleceram no incêndio, mas também dos que estão vivos:

“Eu queria dizer que isso foi feito com muto carinho e amor. Apesar de vocês não estarem sendo amparados por quem deveriam, a torcida se mobiliza e entende o drama que vocês estão vivendo e está sensível a isso. Vocês não estão sozinhos. As pessoas estão atentas e estamos vendo que as coisas não estão acontecendo da maneira certa. Estamos atentos e mobilizados para poder ajudar. Além disso, queria dizer para a sociedade, vamos cuidar melhor da nossa cidade, vamos cuidar melhor das vidas, vamos olhar para os detalhes, pois a nossa vida pode ser muito melhor do que é atualmente e nós podemos ser cidadãos melhores, cuidar melhor da cidade e das coisas.”

Nós, da equipe Urubu Interativo, nos mobilizamos com as famílias desses jovens meninos que perderam suas vidas. Entendemos que dinheiro algum no mundo pode comprar a vida dos meninos de volta ou preencher o vazio que ficou. No entanto, desejamos que a situação seja resolvida o mais rápido possível para que vocês possam viver mais em paz. Mas queremos deixar aqui, a nossa homenagem a esses meninos que perderam as vidas em busca da realização de um sonho. Que a homenagem que foi feita no Maracanã, que esse texto que foi escrito cheio de compaixão e carinho, e toda a mobilização da nossa torcida, os abracem da forma que o clube não abraçou. Nossos sentimentos!

Publicado por Wesley Ramon no Urubuinterativo.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui