Sobrevivente do incêndio no Ninho desabafa em rede social: “Só quero continuar seguindo meus sonhos”

Sobrevivente do incêndio no Ninho desabafa
FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

No dia 21 de janeiro, Felipe Cardoso, sobrevivente do incêndio no Ninho do Urubu, fez uma publicação em seu Instagram oficial, comentando ter sido dispensado do Flamengo por telefone. No relato, o antigo Garoto do Ninho relembra a noite do dia 08 de fevereiro de 2019 e expõe sua versão do afastamento do Mais Querido. Nesta quarta-feira (05), Felipe voltou a se posicionar sobre o assunto. Desta vez, em seu Twitter, afirmou que quer esquecer o que viveu no Rubro-Negro e que deseja continuar seguindo seus sonhos. Veja:

“Nunca desejei tanto um Ctrl-Alt-Del. Só quero continuar seguindo meus sonhos. A página acabou, mas meu livro é Gigante, já estou em novos capítulos”

A publicação desta quarta-feira tem um motivo: de acordo com informações divulgadas pelo Jornal ‘O Dia’, o Flamengo estaria demorando para liberar a documentação do atleta e atrasando a assinatura do contrato entre Felipe e o Red Bull Bragantino, seu novo clube. Ainda segundo o veículo, o jovem de 16 anos foi aprovado nos testes e deve assinar vínculo por três anos.

Felipe chegou ao Flamengo em janeiro de 2019, um mês antes do incêndio que atingiu o alojamento dos meninos das categorias de base. O acidente culminou na morte de 10 garotos e se tornou a maior tragédia da história do Rubro-Negro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui