Flamengo espera Procuradoria do TJD denunciar Fluminense até segunda-feira

Flamengo espera Procuradoria do TJD denunciar Fluminense até segunda-feira
Fluminense pede desculpas e repudia grito de 'time assassino' contra o Flamengo Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

A diretoria do Flamengo vai aguardar até a próxima segunda-feira que a Procuradoria do Tribunal de Justiça do Rio decida denunciar o Fluminense pelas ofensas de sua torcida no clássico da última quarta-feira, quando houve coro de “time assassino” para o rival.

Se não houver manifestação, o clube estuda ingressar com uma notícia de infração no TJD-RJ, para que o caso sirva de jurisprudência para manifestações do gênero em outras situações a partir de agora.

O Fluminense repudiou em nota os gritos que diziam respeito às dez mortes de jogadores da base do Flamengo no incêndio no Ninho do Urubu, há quase um ano. Em texto divulgado em seu site oficial e intitulado “Pelo Fair Play do futebol brasileiro”, o Tricolor classificou a ação como “excessiva” e pediu desculpas em nome dos seus torcedores.

A direção do Flamengo não viu com bons olhos a repercussão do caso e avalia as medidas jurídicas que pretende tomar. O tema está a cargo do advogado Michel Assef Filho.

Vale lembrar que os dois clubes dividem a administração do Maracanã através de uma empresa criada para tal. E que a equipe que atua no Estadual é formada por atletas do sub-20 e sub-17, embora não haja ninguém que tenha presenciado o incêndio.

Nas redes sociais, houve muitas críticas às ofensas da torcida do Fluminense após o jogo. O técnico do Flamengo, Mauricio Souza, se posicionou depois da partida.

“Não há assassinos no Flamengo. O que aconteceu até hoje machuca a gente. Mas eu não controlo o grito da torcida adversária. Eu acho um absurdo, acho que deveriam respeitar, pois foi um trauma para nós”, lamentou Mauricinho.

Nenê vê a bola entrar no gol do Fluminense contra o Flamengo Foto: Lucas Merçon/Fluminense / Lucas Merçon/Fluminense

Por Diogo Dantas em Extra

DEIXE UM COMENTÁRIO