Lucas Silva deixa interesse português na mão de agente e reitera compromisso com o Flamengo

O primeiro desafio rubro-negro na temporada 2020 terminou sem gols no Maracanã, palco da estreia do Flamengo na Taça Guanabara. Apesar disso, o empate com o Macaé rendeu elogios ao controle das ações do elenco sub-20 – exceto por Lucas Silva. Um dos mais experientes deste time de garotos, o atacante foi um dos mais cobrados por torcedores e chegou a ser vaiado após desperdiçar as principais chances da partida.

A relação conturbada entre torcida e atleta, no entanto, pode estar próxima do fim. O atacante de 21 anos tem proposta do Gil Vicente, time português fundado em Barcelos. Após o jogo, Lucas Silva falou sobre a pressão na estreia e revelou detalhes do interesse europeu.

– Enquanto eu estiver no Flamengo, irei fazer o máximo para defender a camisa rubro-negra. É sempre um prazer. Hoje faltou mais tranquilidade para definir as jogadas. Em termo de proposta, deixo para nossos agentes resolverem -, afirmou.

Após falar sobre a possível negociação, o empate voltou a ser tema na zona mista do Maracanã. Questionado, Lucas Silva negou que a ansiedade tenha sido obstáculo durante a estreia.

– Não foi por ansiedade. Faltou mais concentração para fazer o gol, concluir a jogada. Eu me cobro muito a respeito de finalização. Mas vamos trabalhar durante a semana e se aparecer uma próxima oportunidade, vamos tentar concluir melhor -, ponderou.

O próximo desafio dos Garotos do Ninho é contra o Vasco da Gama, comandado pelo ex-técnico rubro-negro Abel Braga. O clássico está previsto para quarta-feira (22), às 21h, com mando alvinegro.

Por: Coluna do Fla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui