Silêncio sobre venda e preço europeu: entenda as críticas ao pacote de ingressos do Flamengo

O lançamento do pacote de ingressos para os sócios-torcedores do Flamengo foi uma novidade para 2020. No entanto, criou debates e críticas em redes sociais diante de algumas situações, como o valor total do produto que dá acesso aos jogos no Maracanã (exceção feita aos clássicos do Carioca e final da Libertadores), a evolução do preço em lotes e a falta de informações sobre o número de bilhetes negociados.

Gerente do programa Nação Rubro-Negra, responsável pelos sócios-torcedores, Daniel Bonvini respondeu a alguns questionamentos feitos pelo GloboEsporte.com. Segundo ele, não há abuso nos preços cobrados. O mais barato, já esgotado, foi o primeiro lote para o Norte: R$ 1.365,00. O setor já está no terceiro lote ao custo de R$ 2.350,00, um aumento de 72,1% (veja abaixo a tabela completa de preços). Além disso, dos seis planos ainda ativos, três puderam comprar já no dia da abertura. Quem paga mais caro se sentiu lesado.

– A compra do pacote garante a presença do torcedor em todos os jogos do Flamengo como mandante no Maracanã, incluindo jogos da Libertadores e da Copa do Brasil. O valor foi baseado na média de preços prevista para todos estes jogos e mais a conveniência de se exercer esta garantia de ingresso para os jogos de altíssima demanda. Alem disto, não se deve comparar o preço do pacote apenas com os jogos do início do Campeonato Carioca. Estes jogos têm seus ingressos tradicionalmente mais baratos – afirmou Daniel.

Para o jogo contra o Macaé, neste sábado, o pacote já será válido. O ingresso para o Setor Norte custa R$ 40, sendo R$ 20 a meia-entrada e R$ 16 para sócio-torcedor.

O Flamengo não quis informar o número de jogos utilizados para calcular os valores. O GloboEsporte.com contabilizou um mínimo de 29 garantidos, sendo 19 do Campeonato Brasileiro, cinco do Carioca, três da Libertadores, um da Copa do Brasil e a final da Recopa Sul-Americana, contra o Independiente Del Valle, do Equador.

O número máximo de jogos é 37. Para isso, o Flamengo tem que convencer Bangu e Cabofriense a levar os jogos para o Maracanã nos mesmos moldes do confronto com o Macaé e precisa disputar a final da Copa do Brasil e a semifinal da Libertadores

O valor médio do pacote mais barato válido para o Maracanã (primeiro lote do Setor Norte) saiu por R$ 36,80, desde que sejam 37 jogos. Com o mínimo de 19, esse número sobe para R$ 47 (veja a tabela com todas as variações de preço).

Pacotes do Fla para jogos no Maracanã

Setor1º Lote/29 jogos/37 jogos2º Lote/29 jogos/37 jogos3º Lote/29 jogos/37 jogos
NorteR$1.365,00/R$ 36,80/R$ 47,00R$1.560,00/R$ 42,10/R$ 53,70R$2.350,00/R$ 63,50/R$ 81,00
Oeste InferiorR$2.340,00/R$ 63,20/R$ 80,60R$2.925,00/R$ 79,00/R$ 100,86
Leste SuperiorR$2.260,00/R$ 61,00/R$ 77,90
Leste MaisR$6.600,00/R$ 178,30/227,50
Maracanã MaisR$10.350,00/R$ 279,70/R$ 356,80

Fonte: Flamengo

O clube também manteve sobre sigilo a informação sobre o número de pacotes vendidos. O Setor Norte já está no terceiro lote de vendas, o Oeste Inferior, no segundo, e Leste, Leste Mais e Maracanã Mais ainda no primeiro. Em relação aos clubes europeus, o pacote mais barato do Flamengo saiu mais caro do que os de Benfica, Bayern de Munique e Borussia Dortmund (veja a tabela).

Pacotes para a temporada

ClubeValor
Borussia DortmundR$ 1.011,00
Bayern de MuniqueR$ 669,90
Real MadridR$ 1.640,00
LiverpoolR$ 3.692,15
CityR$ 1.751,75
BenficaR$ 785,40

Fonte: Sites oficiais

– Definimos um percentual pequeno da carga de ingressos para os pacotes. Nosso maior objetivo neste momento foi trazer um produto muito explorado na Europa e Estados Unidos, o season ticket. Estamos testando esse modelo e a atratividade junto a nossos torcedores, e os resultados, até o momento, são bastante animadores – afirmou Daniel.

O Flamengo também recebeu críticas na reformulação do programa de sócio-torcedor. O clube reduziu o número de planos de seis para quatro, com valor mensal de R$ 54,90 a 294,90. No fim do ano passado, houve paralisação na possibilidade de upgrade ou novas associações antes da final da Libertadores. O total de associados caiu de 150 mil para 131.936.

Baixe o Aplicativo e receba as notícias em tempo real e participe de sorteios mensais. É grátis! (clique aqui e baixe)

– Antes de mais nada, vale registrar que estamos muito satisfeitos com os resultados alcançados este ano. O sócio-torcedor fechou 2019 com um crescimento de mais de 35% em sua base e 27% em receita. Como forma de valorizar quem acompanhou o Flamengo durante a Libertadores, nós simplesmente não permitimos a compra ou upgrade de planos entre o término do jogo contra o Grêmio e a disponibilização de ingressos da final para compra. Então, esta queda era natural e esperada. Além disto, limitamos a compra de ingressos dos dependentes como forma de permitir que um maior número de sócios-torcedores pudesse comprar os ingressos que foram separados pela Conmebol para o Flamengo – explicou Daniel.

Veja abaixo algumas críticas ao clube nas redes sociais

Fonte: Globo Esporte / Thales Soares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui