Luiz Altamir retorna as piscinas do Flamengo

“Eu voltei porque queria me sentir feliz”, afirmou o nadador Luiz Altamir, que retorna ao Flamengo após três temporadas. Formado nas piscinas da Gávea e campeão brasileiro defendendo o Mais Querido, o recordista mundial assinou contrato com o clube até o fim de 2020.Em ano de Jogos Olímpicos, o atleta natural de Boa Vista, em Roraima, decidiu voltar para o Rio de Janeiro para defender as cores de seu clube de coração.“Falei com meu meu ex-técnico que me levou às Olimpíadas de 2016, o Duda (Eduardo Pereira). Eu queria voltar por conta do meu bem estar, aqui eu me sinto em casa”, disse o nadador. “Quando eu saí do Flamengo, o clube já tinha uma estrutura muito boa e houve algumas melhorias. Tem uma piscina nova e isso é bem positivo, além do CUIDAR, que com certeza ajuda demais os atletas”.Altamir chegou ao Rubro-Negro em 2011, aos 15 anos, e foi no Flamengo que alcançou o maior feito de sua carreira: a classificação para os Jogos do Rio. Este, para ele, foi o momento mais marcante de sua passagem de cinco temporadas pelo Mais Querido.“Vibramos muito, meu time e a comissão técnica, foi uma conquista de todos”, lembrou o nadador, que, em 2019, no Campeonato Mundial da Coréia, ajudou o Brasil a conquistar novamente a vaga para os Jogos Olímpicos de 2020 no revezamento 4x200m Livre. “O passo mais importante deste ano é a Olimpíada, estou treinando forte para a seletiva, eu quero me superar”, afirmou.Aos 23 anos, Luiz Altamir é uma das referências da natação brasileira e coleciona resultados importantes. O rubro-negro foi campeão mundial em 2018 no revezamento 4x200m Livre, batendo o recorde da competição com 6m46s81. Ele tem ainda quatro medalhas pan-americanas, sendo dois ouros (um no Pan de Toronto 2015 e um em Lima 2019), uma prata e um bronze (ambas nos Jogos de Lima). Em 2014, conquistou a segunda colocação no revezamento 4x100m nos Jogos Olímpicos da Juventude. No individual, o atleta tem nos 200m Borboleta, 200m e 400m Livre suas principais provas.As equipes de natação do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Furnas e Rede D’or – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.Texto retirado de: Flamengo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor insira o seu nome aqui